06 março 2006

Cur Deus Homo?( Por que Deus se tornou homem?)


A justiça de Deus

“porque o salário do pecado é a morte”Rm 6.3

“a alma que pecar, essa morrerá” Ez 18. 4b

Quando Deus fez aliança com o homem, decretou que a punição para o pecado seria a morte ( Gn 2.17). Assim, o homem desobedeceu e se tornou culpado. Está debaixo da sentença de Deus. Deus não pode abrir mão de sua justiça, não pode mudar o preço de sua sentença – condenado está o homem.

A justiça de Deus demanda satisfação de sua ira. Deus não poderia , em função da retidão do seu caráter e de sua santidade, e em função da imutabilidade de sua palavra e de seus decretos simplesmente perdoar o homem, sem preço pelo perdão. O preço é a morte – condenado está o homem.

Diz repetidamente a Bíblia que de modo algum ele absorverá o culpado( Ex 34.7; Nm 14.18; Na 1.3). Ele odeia o pecado com ódio divino; todo o Seu Ser reage contra ele( Sl 5.4-6; Na 1.2; Rm 1.18) – condenado está o homem.

O "dilema"

Deus queria salvar o pecador, mas precisava cumprir as exigências da lei. Como conciliar justiça e amor ao mesmo tempo? O homem deve morrer para satisfazer a justiça divina e cumprir as exigências da lei, mas Deus deseja salva-lo para satisfação de seu projeto de amor e de auto-realização em sua obra de criação. Que dilema: condenar ou salvar, aplicar sentença de morte ou dar vida?

A necessidade de expiação(remoção de pecados)

A obra de expiação foi a solução de Deus para o "dilema". A expiação se funda na justiça e no amor de Deus. A sentença foi aplicada em Jesus. A morte de Jesus foi substitutiva(vicária). O homem não foi simplesmente “absolvido”, mas alguém teve que pagar o preço. A justiça de Deus foi cumprida assim como o seu amor manifesto. A pena foi executada e Jesus pagou o preço. A ira de Deus foi satisfeita. Fomos absolvidos porque um Justo foi condenado. Esse foi o sacrifício perfeito. Pela sua morte fomos reconciliados. Pelas suas pisaduras fomos sarados.

Ele foi traspassado pelas nossas transgressões e moído pelas nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele...

Ao Cordeiro de Deus seja a glória para sempre!!!

2 Comments:

At 8:26 PM, Blogger Renato Luiz said...

Essa história de amor e justiça é a mais linda que já ouvi até hoje!
Grande abraço Lelê!
Deus te abençoe!

 
At 8:45 AM, Anonymous Fábio GN said...

O texto ficou muito bom Lelê? Foi você que escreveu? Rsss. Abração! =)

 

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home