10 março 2006

"Que farei eu para alcançar a vida eterna...?"


"Assim pois não depende de quem quer ou de quem corre mas de usar Deus a sua misericórdia."Rm 9.16

Pode o homem colaborar com a sua salvação? Segundo a doutrina semi-pelagiana o homem pode.

A doutrina semi-pelagiana tratada no Concilio de Orange( 529 d.c.) foi condenada como heresia. Apesar disso, aparece no seio da Igreja séculos mais tarde agora com uma nova roupagem, conhecida como Arminianismo. Mas mais um vez essa doutrina é condenada pelos principais teólogos da época, no Sínodo de Dort(1618/19). Embora historicamente tenha sido condenada duas vezes, essa doutrina ainda persiste no meio cristão(evangélicos e católicos).


É realmente difícil compreender que o homem não tenha nenhuma participação em sua salvação. É difícil aceitar que não somos capazes de colaborar com Deus em seus atos salvificos. É difícil aceitar que a graça de Deus é irresistível. Que não posso resistir à sua graça regeneradora.


É difícil aceitar que a corrupção do homem é de tal forma que este se encontra morto, e que um morto não pode crer sem a intervenção graciosa de Deus(Jo 6.44,65). É difícil de entender que a fé em Cristo é o meio e não a causa da salvação(Ef 2.8). É difícil crer que Deus me escolheu e não eu a Deus(Jo 15.16). É difícil de crer, mas cremos, pela confiança que temos na Palavra de Deus, assim como fizeram Agostinho, Lutero e Calvino entre outros tantos.


È confrontador ao orgulho humano, mas também confortador. Saber que a minha salvação não depende de mim, é totalmente de graça.


Alguns têm um entendimento limitado do que é graça. Entendem a graça salvifica simplesmente como a possibilidade de salvação. E não como uma salvação eficaz, ou seja, a morte de Cristo cumpre o propósito para a qual foi definida: salvar pecadores, e isso independe das ações humanas. Porque fiel é esta palavra e digna de aceitação: Cristo Jesus veio ao mundo para salvar os pecadores...1Tm1.15.


A cruz não veio trazer uma salvação hipotética. Não veio trazer a possibilidade. A morte de Cristo veio trazer salvação e certamente a trará. Ninguém que tenha sido justificado pela sua morte e que tenha os seus pecados carregados sobre a cruz perecerá no inferno.


“E a vontade de quem me enviou é esta: que nenhum eu perca de todos os que me deu; pelo contrário, eu o ressuscitarei no último dia” Jo 6.39

2 Comments:

At 6:49 PM, Anonymous Fábio GN said...

¬¬

 
At 11:35 PM, Blogger Renato Luiz said...

Grande Lelê,
Ótima semana pra vc!
Grande abraço...

 

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home